BE/CRE - Carta do Utilizador


Como estamos organizados?

  • A BE/CRE ocupa dois espaços – Pólos 1 e 2 –, com uma área, respetivamente, de 150 m2 e 130 m2, e está aberta a toda a comunidade entre as 9.00 e as 17.15 horas, sem interrupção.
  • O seu funcionamento obedece a um Regulamento Interno e é assegurado por uma equipa docente, sob a orientação de um coordenador, e por auxiliares de ação educativa a tempo inteiro.
  • Trata-se de uma estrutura educativa multifuncional, dotada de documentos em suporte diverso (livros, manuais escolares, software educativo, documentos vídeo e áudio, publicações periódicas, dossiers temáticos, legislação, entre outros) e apetrechado com vários equipamentos como televisor, leitor de vídeo, de áudio e de DVD, computadores, impressora, scanner, fotocopiadora, mesas para estudo/leitura individual e/ou em grupo, estantes, expositores, cacifos, etc..


Áreas Funcionais

A BE/CRE possui as seguintes zonas funcionais:

  • Balcão de atendimento / receção;
  • Cacifos para colocação das mochilas dos utilizadores;
  • Espaço de leitura vídeo e áudio;
  • Espaço para as novas tecnologias da informação, dotado com computadores, ligados em rede e com acesso à internet; leitores de CD Rom e impressora; 
  • Espaços para leitura, pesquisa, estudo e trabalho individual e/ou em grupo; 
  • Espaço informal, com sofás, para leitura de jornais, revistas ou livros; 
  • Espaço para biblioteca de orientação vocacional (Pólo 1).

 

Estas áreas estão circundadas por um conjunto de estantes abertas, servindo de suporte ao fundo documental existente, e que é de natureza diversa: obras de autores portugueses e estrangeiros (ficção romanesca, poesia, teatro, biografias), enciclopédias, dicionários, livros de especialidade e de estudo, manuais escolares, publicações periódicas, cassetes vídeo, cassetes áudio, CD Rom’s, CD’s de música, dossiers de material diverso, legislação, etc..
Estes recursos estão à disposição dos utentes, mediante o cumprimento de determinadas regras e condições. Desde logo, uma das regras essenciais é a preservação de um ambiente propício ao trabalho, ao estudo, à leitura e à pesquisa, pelo que o silêncio e os comportamentos apropriados devem ser assumidos por todos e por cada um dos utilizadores.


Como aceder aos serviços e ao fundo documental?


O fundo documental existente na BE/CRE está catalogado, informaticamente, pelo que a sua arrumação nas estantes e prateleiras obedece às regras da Classificação Decimal Universal e à busca por índice de autores. Assim, devem ser estritamente observadas as seguintes normas:

  • Os utilizadores podem consultar o fundo documental disponível;
  • Os utilizadores devem solicitar à auxiliar de ação educativa o empréstimo do material pretendido e, ao devolvê-lo, devem entregá-lo, obrigatoriamente, na mesa de atendimento e nunca tentar colocá-lo na estante donde foi retirado;
  • Apenas a auxiliar de ação educativa ou a equipa docente pode recolocar os livros ou outros materiais nas estantes, a fim de se garantir uma correta arrumação; 
  • Todo o utilizador terá a sua ficha informatizada, com os dados atualizados, de modo a facilitar o acesso aos documentos e permitir um controlo mais atinente dos empréstimos; 
  • Nenhum documento pode sair da BE/CRE sem ter sido previamente requisitado; 
  • Há determinados títulos e documentos que não podem ser requisitados para leitura domiciliária (dicionários, enciclopédias); 
  • No caso do empréstimo domiciliário, o utilizador fica obrigado a respeitar escrupulosamente o prazo de devolução (5 dias), sob pena de não lhe ser facultado novo empréstimo; 
  • Cabe ao utilizador, em qualquer circunstância, o dever de zelar pelo bom estado do material consultado, sendo responsabilizado por estragos cometidos. 


Como aceder ao audiovisual e aos computadores?

Estas áreas destinam-se, prioritariamente, ao desenvolvimento de atividades educativas e de apoio aos conteúdos curriculares e só depois poderão ser utilizadas como ocupação de tempos livres. Deste modo, devem ser observados os seguintes princípios:

  • O equipamento audiovisual só pode ser manuseado pela auxiliar de ação educativa ou pela equipa docente; 
  • Não é permitida a utilização deste equipamento para “ver” televisão;
  • Os computadores destinam-se a trabalhos de natureza pedagógica, como seja a pesquisa e elaboração de trabalhos escolares, textos diversos, etc.; 
  • O acesso à internet deve ter sempre como objetivo primeiro a busca e recolha de informação, com vista ao desenvolvimento do percurso formativo ou à dinamização de projetos; 
  • Os utilizadores devem proceder ao seu registo nas fichas de inscrição existentes na receção e acatar as instruções dos responsáveis pela BE/CRE, ficando impedidos de alterar as configurações dos computadores;
  • Poderão imprimir os trabalhos elaborados, depois de prévia autorização, pagando para o efeito o custo do papel e da impressão;
  • Não podem permanecer mais do que dois utilizadores por computador; 
  • O não cumprimento destas normas poderá levar à inibição temporária da utilização dos equipamentos.
(C) 2012-2019, Agrupamento de Escolas de Ponte da Barca