Trinta e cinco alunos ingressam no ensino superior público

Sexta, 14 setembro 2012 Escrito por Administrador


Trinta e cinco alunos que, no último ano letivo, concluíram o Ensino Secundário na Escola Básica e Secundária Diogo Bernardes acabam de dar mais um importante passo na sua formação, com a entrada no Ensino Superior Público.

De acordo com os resultados da 1.ª e 2.ª fases do Concurso Nacional de Acesso, apenas uma jovem não foi colocada e, dos 35 que ingressaram, três vão estudar em regime pós-laboral e um em regime de ensino à distância. Das cinco colocações da 2.ª fase, duas foram mudança de estabelecimento, registaram-se três novas colocações e duas ‘não colocadas’ resultaram da intenção de melhorar a colocação obtida na 1.ª fase. Em termos de percurso académico e de eventual realização profissional, o leque de opções dos 35 novos caloiros é muito diversificado.

Psicologia é o Curso mais solicitado, com quatro ingressos, seguindo-se os de Engenharia Informática, Administração Pública, Gestão e Bioquímica, todos com duas colocações.

Os restantes 23 jovens estudantes foram colocados noutros tantos cursos, a saber: Biologia, Matemática, Línguas Modernas, Ciências Farmacêuticas, Educação, Turismo, Lazer e Património, Enfermagem, Arquitetura Paisagista, Engenharia de Computadores e Telemática, Gestão de Atividades Turísticas, Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Direito, Ciências da Comunicação, Gestão Pública, Gestão de Empresas, Economia, Negócios Internacionais, Solicitadoria, Geologia, Ciências do Desporto, Línguas Aplicadas e Biomecânica.

No que diz respeito às instituições de ensino, o critério da proximidade geográfica parece ter desempenhado um papel relevante. De facto, mais de metade dos estudantes (18) ingressaram na Universidade do Minho e nos Institutos Politécnicos de Viana do Castelo e do Cávado e do Ave foram colocados, respetivamente, três e dois candidatos.

Por outro lado, quatro entraram na Universidade de Coimbra, dois na Universidade de Aveiro e outros dois na do Porto, um outro no Politécnico de Bragança, um na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e um no Politécnico de Leiria.

Para todos estes novos caloiros, votos de um excelente percurso académico.

Luís Arezes

 


 

(C) 2012-2019, Agrupamento de Escolas de Ponte da Barca