Alunos debatem cidadania europeia com barquense do Comité Económico e Social

Imprimir
Segunda, 03 dezembro 2018 Escrito por jrocha

Alunos debatem cidadania europeia

com barquense do Comité Económico e Social

 

 

No passado dia 8 de novembro, no Auditório da Escola Secundária de Ponte da Barca, o barquense António Luís Rodrigues Fernandes, há décadas a trabalhar em Bruxelas no Comité Económico e Social Europeu (CESE), dinamizou uma Palestra sobre o Comité Económico e Social Europeu, realizada no âmbito da atividade “Back to School”.

A palestra foi coordenada pelo professor de Economia, Dr. Paulo Ribeiro, e foi aberta pelo Diretor do Agrupamento, Dr. Carlos Louro, que deixaram uma mensagem de boas vindas e enalteceram esta ligação do palestrante à Escola Secundária de Ponte da Barca na promoção dos valores da União Europeia, com especial destaque para a liberdade, democracia, igualdade, solidariedade global, justiça social e responsabilidade ambiental.

Perante uma plateia composta por alunos com idades compreendidas entre os catorze e os quinze anos, os desafios que hoje se colocam à União Europeia (UE) estiveram no centro desta atividade - já tradição do Agrupamento -, realizada no âmbito da abertura que se procura promover aos desafios futuros dos nossos alunos.

Convidado para dar a conhecer o CESE, António Luís Fernandes apresentou a missão, estrutura e modo de funcionamento do Comité e sublinhou a importância de uma sociedade civil ativa e empenhada na construção de um continente mais justo e mais solidário. Referiu especialmente as funções de representar a sociedade civil e contribuir para a construção de uma Europa mais participativa e mais próxima dos cidadãos, e ainda de garantir que as políticas comunitárias reflitam devidamente a realidade económica, social e cívica.

Para confirmar a importância do CESE, quando António Luís Fernandes realçou que o trabalho deste órgão incide sobre temas que afetam o quotidiano dos cidadãos, tais como o desenvolvimento sustentável e o ambiente, os alunos tiveram a oportunidade de relacionar essa ação com o plano de autonomia e flexibilidade do Agrupamento, em que desenvolvem esses mesmos temas e com as mesmas preocupações. Associaram um dos objetivos que querem atingir – propor alterações de práticas – a uma ideia que foi comentada: o CESE apresenta múltiplas propostas à Comissão Europeia e ao Parlamento Europeu. E porque mais de 80% acaba por receber luz verde, traduzindo-se em medidas com um grande impacto positivo na vida dos cidadãos, encontraram nesse facto um impulso e uma motivação acrescidos para a ação que querem protagonizar!

Para concluir, António Luís Fernandes deixou uma mensagem de otimismo, assente na capacidade interventiva da juventude. Ao mesmo tempo que lhes deixou um apelo, que exercitem persistentemente o pensamento positivo e trabalhem uma cultura empreendedora. “Nunca esqueçam – disse – que o presente e o futuro da Europa estão nas nossas mãos. Dependem de cada um de nós”.

A Organização

 


 

Powered by Best internet security
(C) 2012-2018, Agrupamento de Escolas de Ponte da Barca